sem comentários ainda

História do Campeonato Mundial Feminino de Xadrez [IX]

A CONTINUIDADE DA GERAÇÃO DE OURO CHINESA

#9 Zhu Chen nasceu em Wenzhou, província de Zhejiang, em 16 de março de 1976. Filha de mãe professora e pai engenheiro, começou a aprender xadrez aos 8 anos, demonstrando rápido progresso. Quatro anos depois, venceu o Campeonato Mundial Sub 12 Feminino, tornando-se a primeira enxadrista chinesa a conquistar um título internacional. Após acumular muitos títulos na década seguinte, entre eles o bicampeonato Mundial Juvenil (1994 e 1996), compôs (ao lado de Xie Jun, Wang Lei e Wang Pin) a equipe chinesa na Olimpíada de 1998: a primeira não europeia a vencer o evento – também o primeiro dos quatro triunfos seguidos do país.

Entre novembro e dezembro de 2001, realizava-se em Moscou/Rússia o 30º Campeonato Mundial Feminino, o segundo em sistema eliminatório. O match final foi entre Zhu Chen e a russa Alexandra Kosteniuk: a chinesa levou a melhor, por um placar de 5 x 3 após os desempates, e tornou-se a 9ª Campeã Mundial Feminina. Ela não defendeu o título na edição seguinte (2004), tendo sido eliminada nas em 2006, 2010 e 2012: por Maritza Arribas (Cuba), Hou Yifan (China) e Antoaneta Stefanova (Bulgária), respectivamente.

Zhu Chen é casada com o Grande Mestre do Catar Mohamad Al-Modiahki, com quem tem duas filhas. Ela é naturalizada catariana. Em 2008, foi a 41ª portadora da tocha da Olimpíada de Pequim.

  

 

Saiba mais em: Linha do tempo do Campeonato Mundial FemininoPartidasBiografiaBiografia chinesaCampeonato Mundial Feminino de Xadrez