Juliana Terao

Suzanense, 26 anos. Formada em Administração de Empresas e em Gestão de TI. Jogadora profissional de xadrez. FM/WIM e Tetra Campeã Brasileira.

BREVE HISTÓRICO

Juliana aprendeu a jogar Xadrez com seu pai quando tinha seis anos; no começo não deu muita bola para o jogo, mas, como sempre acompanhava seu irmão mais velho, o Mestre FIDE Rodrigo, logo começou a ter mais interesse pelo esporte. E, assim que tomou gosto, não parou mais de jogar. A sua primeira conquista foi o Campeonato Paulista Dente de Leite (categoria sub 8 feminino) em 1999; logo depois, em seu primeiro brasileiro, no ano 2000, ficou em 3º lugar (categoria sub 10 feminino). No ano seguinte, foi campeã brasileira (categoria sub 10 feminino) pela primeira vez. Seu primeiro título internacional foi em 2002: aos 11 anos tornou-se Campeã Pan-americana (categoria sub 12 feminino) e, assim, conseguiu o título de WFM (Woman FIDE Master). Nos anos seguintes, conquistou mais três títulos de campeã pan-americana, além de diversos títulos brasileiros e estaduais. Em 2008, aos 17 anos, conseguiu sua primeira vaga na equipe olímpica brasileira feminina para representar o Brasil na 38ª Olimpíadas de Xadrez, em Dresden – Alemanha. Desde lá, representou o Brasil em todas as Olimpíadas.  Aos 20 anos, ganhou o Campeonato Sul-Americano Juvenil, o que lhe concedeu o título de WIM (Woman International Master). Durante seu período acadêmico, Juliana representou o Brasil em dois mundiais universitários. Em 2012, conquistou o seu primeiro Campeonato Brasileiro Feminino Adulto e, em 2016, conseguiu o seu bicampeonato brasileiro; já em 2017, conquistou novamente o Brasileiro Feminino, com uma excelente performance (8,5 pontos em 9 possíveis). Desse modo, foi a primeira brasileira a ultrapassar os 2300 de rating FIDE e a tornar-se Mestre FIDE (MF). Por fim, em 2018, foi campeã brasileira, chegando ao seu tetra.